"Abrindo..."

Como saber se você está em um relacionamento abusivo?

Na noite do dia 17 de julho, a youtuber Dora Figueiredo publicou um vídeo em seu canal falando sobre o relacionamento abusivo que ela teve. No vídeo ela conta várias coisas que aconteciam dentro de seu relacionamento e estava bastante emocionada.

Ela disse que não sabia que estava dentro de um relacionamento abusivo, e só conseguiu saber depois que terminaram com a ajuda de seus pais e amigos. E como saber se você está em um relacionamento abusivo?

“Você acha que um relacionamento abusivo começa com um tapa na cara? Não, bebê. O relacionamento abusivo começa lindo, é uma coisa linda, a pessoa te idolatra, fala que você é uma pessoa forte, que você é uma pessoa empoderada, que você é uma mulher incrível. E aos poucos isso vai se perdendo no meio de algumas dicas de como você poderia se comportar melhor…”

Dora Figueiredo

Dora relata, de uma forma muito emocionante, como eram os abusos psicológicos, começou como “Você não pode falar alto em tal lugar”, “Você não pode falar sobre feminismo na internet”, “Não saio para comer com você, porque você não respeita a comida”. E disse que ele a proibia de comentar sobre seu relacionamento com qualquer pessoa, inclusive com sua família, e por isso Dora deixava de visitar sua mãe.

A youtuber conta que também tinha a alimentação controlada, porque ele não queria que ela engordasse, e até mesmo a posição dos talheres. Ele não a convidada mais para sair para comer, pois dizia que ela não sabia se comportar e nem respeitar a comida, isso porque em uma refeição Dora não tinha deixado seus talheres paralelos.

Dora diz também que esse relacionamento piorou sua depressão e ansiedade, assim ela variava muito seu peso. No começo ele dizia “poxa tenho dificuldade de entender sua depressão porque eu não tenho nada parecido” e depois “você é a mulher mais fraca que eu já conheci, tenho certeza de que você nunca mais vai melhorar da depressão”.

Ela relata que teve muitas crises de ansiedade no meio de discussões bobas, que sofria muito por ser tão dependente emocionalmente. E em um dia ela perguntou para ele “Você me ama?”, e ele respondeu: “Dora, eu te odeio, eu só estou com você porque eu gosto da sua cachorra e eu tenho medo de você me expor na internet”. Dora disse também que pensava em suicídio muitas vezes..


“A partir do momento que eu falei [para alguém], eu consegui entender que a culpa não foi minha. Até um tempo atrás, eu me culpava. Eu quero ajudar pessoas que estão na mesma situação”

Muitas vezes a gente se culpa por ter o relacionamento abusivo, por não conseguir sair, mas como ela disse no vídeo, o abusador “escolhe” seu alvo. Precisamos ajudar uns aos outros e nunca se culpar por passar por isso, o culpado é o abusador.

Veja o vídeo completo de Dora Figueiredo:

Mesmo sem citar o nome de seu ex-namorado, ele se pronunciou no Twitter, ele também é um youtuber, confira os tweets:
Otávio Albuquerque tenta se explicar pelo twitter
Fonte: Twitter